Diretrizes gerais para os Autores

A R@U – Revista de Antropologia da UFSCar aceita os seguintes tipos de contribuições:

  • Artigos inéditos (até 10.000 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas).
  • Ensaios bibliográficos (até 4.500 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas): resenhas críticas de apenas um livro ou de vários livros tratando de assuntos correlatos.
  • Relatos de pesquisa (até 4.500 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas).
  • Cadernos de imagens: Ensaios que contenham um mínimo de 6 e um máximo de 18 imagens. Podendo ser fotografias, desenhos, ilustrações, etc. O texto de apresentação não deve superar as 2.500 palavras, incluindo referências bibliográficas e notas.
  • Resenhas bibliográficas (utilizamos um limite referencial de 2.500 palavras): resenhas de livros recentes (até 2 anos para aqueles editados no Brasil, e até 5 anos para os livros estrangeiros).

A pertinência para publicação será avaliada pela Comissão Editorial (no que diz respeito à adequação ao perfil e à linha editorial da revista) e por pareceristas ad hoc (no que diz respeito ao conteúdo e qualidade das contribuições). Serão também aceitos e publicados originais em espanhol, francês e inglês.

O envio de manuscritos implica a cessão de direitos autorais e de publicação à revista.

Os textos devem ser submetidos por e-mail: rau.ppgas@gmail.com.

A seguir, apresentam-se as normas gerais para publicação na R@U. Algumas normas específicas podem ser encontradas [nesta página], com mais detalhes. Para facilitar, há também uma máscara [descarregar .docx] na qual o autor pode digitar seu texto, usando os formatos já estabelecidos pela R@U.

 


Normas para a apresentação de colaborações

  1. As colaborações devem ser enviados para o endereço rau.ppgas@gmail.com. As resenhas devem ser enviadas para o endereço rau.resenhas@gmail.com.
  2. O texto deve ser apresentado em fonte Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5, com margens laterais de 3 cm, em formato Doc ou DocX.
  3. Os artigos devem estar acompanhados por um resumo contendo entre 100 e 150 palavras e de 3 a 5 palavras-chave, em português e em inglês. Os autores devem enviar também seus dados profissionais (instituição, cargo, titulação), bem como endereço para correspondência e e-mail. Esses dados devem aparecer sob o nome do autor que segue o título.
  4. As notas devem vir no rodapé da página, não podendo consistir em simples referências bibliográficas. Estas devem aparecer no corpo do texto com o seguinte formato: (sobrenome do autor /espaço/ ano de publicação: /espaço/ páginas), conforme o exemplo: (Bott 1954: 160-162).
  5. A bibliografia em ordem alfabética de sobrenome deve vir ao final do texto e respeitar o formato que aparece nos seguintes exemplos (pede-se atenção à pontuação, espaços, uso do itálico e de maiúscula):

Livro

CARNEIRO DA CUNHA, Manuela. 1978. Os Mortos e os Outros. São Paulo: Hucitec.

Coletânea

CARSTEN, Janet (org.). 2007. Ghosts of Memory: essays of remembrance and relatedness. Oxford: Blackwell.

Artigo em coletânea

PINE, Frances. 2007. “Memories of Movement and the Stillness of Place: kinship memory in the Polish Highlands”. In: J. Carsten (org.), Ghosts of Memory: essays of remembrance and relatedness. Oxford: Blackwell. pp. 104-125.

Artigo em periódico

BOUQUET, Mary. 1996. “Family trees and their affinities: the visual imperative of the genealogical diagram”. Journal of the Royal Anthropological Institute (N.S.), 2(1):43-66.

Tese acadêmica

BIONDI, Karina. 2014. Etnografia no Movimento: território, hierarquia e lei no PCC. Tese de Doutorado. PPGAS, Universidade Federal de São Carlos.

  1. As imagens devem ser enviadas num arquivo separado em formato jpeg, com uma resolução acima de 300dpi. Também devem aparecer no corpo do texto. Abaixo delas, devem constar legenda e fonte de onde se tirou a figura.
  2. Os artigos bibliográficos e resenhas devem apresentar a referência completa das obras analisadas, sendo indicado o número de páginas de cada uma. As resenhas não devem receber título.